Hospital público veterinário, o único de São Paulo, inicia atendimento com o sistema de distribuição de senhas. As filas, que se formavam durante a madrugada, agora acontecem no dia anterior, mas com mais segurança e menos sofrimento para cães e gatos doentes.



Repórter: Karina Zasnicoff
Tema: Animais
Fonte: Jornal da Gazeta