Quinta, 25 Junho 2009 01:52

Problemas urológicos em cães e gatos

Avalie este item
(0 votos)

Hoje vamos falar sobre problemas urológicos em cães e gatos, que da mesma forma que os homens, podem ser acometidos por estes aborrecimentos em algum momento da sua vida.

Primeiro é bom lembramos que o termo urológico, refere-se às questões que envolvem o sistema urinário dos machos e fêmeas, e genital dos machos. É bom também saber o caminho que a urina faz em nosso corpo e no deles: o sangue passa pelos rins, que são dois. Eles separam o que o organismo não precisa mais (impurezas), e produzem a urina. A urina percorre os ureteres, que são os caminhos para se chegar à vesícula urinária (bexiga). A vesícula acumula a urina, que quando permitimos, flui pela uretra, que é o caminho final, através do pênis ou chegada na vagina. Sabendo isso, podemos imaginar quais são os principais problemas urológicos dos cães e gatos.

Em minha experiência clínica de quase quinze anos, as infecções são as ocorrências mais comuns. Bactérias que se aproveitam de uma queda de resistência e colonizam uma parte deste caminho. Sintomas de infecção urinária são: febre, dores, aumento da freqüência urinária, diminuição da quantidade de urina em cada micção, ardência e aumento da ingestão de água. Bom, quando para por aí, até que não é tão complicado, pois tratamentos com os antibióticos corretos, resolve.

O problema fica mais complicado mesmo, é quando se formam cálculos urinários, ou seja, as famosas pedras. Além das dores, os cálculos podem obstruir o caminho da urina, e impedir a micção. Se não tem como eliminar a urina, como é que o rim vai conseguir fazer seu trabalho de limpeza do sangue? Não consegue! Por isso estamos com uma emergência veterinária! Infecções são comuns em ambos os sexos. Cálculos também, mas obstruções mesmo, são muito mais comuns nos machos, pois é no pênis que a uretra fica mais estreita.


Infecções são comuns tanto entre cães quanto entre gatos. Obstruções são mais comuns entre os gatos. Inclusive é um dos quadros mais graves nos gatos machos. Um gatinho indo diversas vezes seguidas a bandeja higiênica, já é motivo de correr para o veterinário. Os animais obstruídos, normalmente precisam ser sedados e sondados. Muitas vezes operados, para remoção dos cálculos. Um dos sintomas que alguma coisa não está indo bem é a hematúria, que quer dizer, sangue na urina. Por isso é bom dar um jeito de estar sempre acompanhando o aspecto da urina do seu animal. Além da cor, observe também se ela sai com facilidade ou dificuldade.


Lembra que no início falamos que os rins separam as impurezas do sangue e produzem a urina? Podemos então supor que alguns problemas urinários estão relacionados à constituição da urina, que por sua vez está relacionada à composição do sangue, que por sua vez esta diretamente relacionado com o que nos alimentamos e com o que alimentamos nossos animais. Portanto, existe forte relação entre alimentação e problemas urinários, principalmente infecções e cálculos.


Wilson Grassi

Médico Veterinário

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

====================

Publicado na revista Pulo do Gato n. 44 (março de 2008)

Lido 13131 vezes