Terça, 02 Dezembro 2014 16:58

‘Prefiro amparar quem não tem casa’, diz menino ao adotar gato, em RO

Avalie este item
(0 votos)
Gabriel, de nove anos, esperou feira para adotar gatinha, em Porto Velho (Foto: Ísis Capistrano/ G1)

Gabriel, de nove anos, esperou feira para adotar gatinha, em Porto Velho (Foto: Ísis Capistrano/ G1)

Adotar ou comprar um animal doméstico? O pequeno Gabriel Antônio Cadamuro, de nove anos, optou por não gastar dinheiro e adotar uma gatinha, ainda sem nome definido. O desejo foi realizado neste domingo (30), na feira de adoção de animais realizada pela Associação Protetora dos Animais Desamparados – Amigos de Pata, no shopping de Porto Velho.

Gabriel esperou quatro meses para adotar porque, segundo o menino, prefere amparar quem não tem casa. “Escolhi adotar porque os pobrezinhos já tiveram outra vida, mas foram jogados na rua e ficaram sem tutor e isso não é legal. Ainda não sei qual será o nome dela, mas quero cuidar muito bem e comprar um monte de coisas para ela”, conta.

O pai de Gabriel, Diego Gomes Ferreira, confessa que a ideia inicial da família era comprar um animal, mas acabou sendo decidido pelo próprio garoto que a melhor alternativa seria a adoção. “Ele mesmo chegou à conclusão que queria adotar porque, segundo ele, os animais da pet shop já estão sendo bem cuidados e que adotar seria um bem maior. Como ele mesmo teve a iniciativa, não pensamos duas vezes em vir adotar”, esclarece.

Segundo a presidente da Amigos de Pata, Clotildes Brito, para adotar é preciso preencher uma ficha e se comprometer a não deixar o animal amarrado, não doar para outra pessoa e, caso o animal não se adapte, a devolver para a associação. “Tem pessoas que adotam no momento da empolgação. Nós queremos o bem dos animais, não o contrário, por isso a preocupação”, explica.

Clotildes relata que os animais para adoção são resgatados da rua e alguns deles ainda são da época da cheia histórica do Rio Madeira, em março deste ano.

Atualmente, são mais de 300 animais para adoção. Mesmo sem a feira, é possível adotar na sede da associação, localizada na rua das Associações, bairro Costa e Silva.

Fonte: G1

Lido 2448 vezes